Páxina 1 de 1

Manuel Álvarez Vicente

Publicada: 07 Abr 2018, 08:11
por Luiz
Prezados amigos, alguem poderia me ajudar?
Soy de Brasil e procuro, por favor, quien eram los pais e los hijos de Manuel Álvarez Vicente, nado na Guarda o 24 agosto 1857 e finado na mesma vila o 2 marzo de 1936.
Conosco apenas un de sus hijos, Benigno Alvarez Sanchez que emigro para o Brasil.
Foi un escritor e politico galego, Alcalde da Guarda (1924-1929 e 1931-1932).
Foi casado com Maria Sanchez Montalvo que finou en 1921.
Muy grato por qualquer ajuda.
Saludos de Brasil!
PS: perdon, no sei escribir en galego e espagnol. Perdon.

Re: Manuel Álvarez Vicente

Publicada: 08 Xan 2019, 21:14
por Luís Alvarez Barbosa
Muito boa noite,

Manuel Álvarez Vicente, meu bisavô, nasceu no bairro de A Cruzada na vila de A Guarda, em 24 de Agosto de 1857, filho de Benito e Francisca.
Casou com a Porto Riquenha Maria Sanches Montalvo.
Tiveram oito filhos.

A saber:
- Manuel Maria de Jesus (1890)faleceu em Pias Monção;
- Gémeos Rafael Silvério que faleceu ao nascer e Luís Estanislao Juan, mais conhecido como Luís Alvarez Sanches, meu avô (1892 + 1975) faleceu em
Paredes de Coura;
- Benigno Alvarez Sanches (1894)faleceu no Brasil tendo sido responsável pela criação da palavra "dactilogravura" tal como figura na Enciclopédia
Luso
Brasileira;
- Margarita Alvarez (1896)faleceu em Palma de Maiorca;
- José Benito Alvarez Sanches (1899) faleceu em Espanha;
- Nemésio Alvarez Sanches (1901)faleceu em Espanha e
- Rafael Alvarez Sanches (1903) faleceu em Espanha
Nemésio Alvarez Sanches , famoso piloto de aviação na sua época e o primeiro militar a dar a volta à peninsula em avião em 1930.
A faceta mais característica de meu bisavô foi a de escritor e muitos dos seus trabalhos foram recolhidos em publicações periódicas.
Relativamente aos seus livros, escreveu cinco: As comédias Siempre Huérfana, Mientras Haya Flores, La Tertulia de Rolan, o livro de viagem de Vigo a Manila e finalmente O TECLA que no seu conjunto compõem uma espécie de balanço da sua vida.
Politicamente foi Alcaide de A Guarda ao tempo do Primo de Rivera e após a sua queda impôs-se em Espanha a Segunda República.
Assim, abraçou a causa Republicana e foi eleito na democracia Alcaide de A Guarda.
Faleceu na sua casa de A Guarda, a 2 de Março de 1936.
Cumprimentos,

Luís Alvarez Barbosa